Tempo estimado para leitura deste texto: 3 minutos

Nesse artigo você vai ver algumas estratégias simples que podem fazer a empresa pagar menos impostos e andar em dia com o fisco.

Uma das reclamações mais populares entre os empresários brasileiros é o valor pago em impostos mensalmente, essa é uma questão unânime quando se trata de impedimentos para a manutenção das empresas no Brasil.

No nosso sistema tributário, que é bem complexo, temos diversas taxas, alíquotas, tributos e contribuições, o que deixa o empresário com a sensação de estar somente pagando e não tendo retorno. Partindo dessa insatisfação, muitos tentam “maneiras alternativas” de pagar menos impostos, com a famosa evasão fiscal, que literalmente não é legal.

Você conhece o que é Elisão Fiscal?

Mas já que falamos de evasão fiscal, vamos falar do seu oposto, que é a elisão fiscal, um conjunto de ações e estratégias para se diminuir a carga tributária e pagar menos impostos estando dentro da lei.

Mas como pagar menos impostos?

Seguindo algumas estratégias simples você pode começar a pagar menos impostosna sua empresa. Vamos tratar aqui de planejamento tributário, da importância de pagar seus impostos sempre, retirada de pró-labore e alguns outros tópicos importantes para esse tema.

1. Faça um planejamento tributário

Ao fazer seu plano de negócios, tenha um planejamento tributário à altura. É essencial. Tenha bem definido:

  • a expectativa de receita bruta ou faturamento do empreendimento;
  • suas despesas operacionais e com o pessoal;
  • a margem de lucro;
  • o histórico da empresa (para saber se houve algum recolhimento indevido de imposto).

Com essas informações é possível garantir mais segurança para seu negócio e também uma economia.

2. Escolha seu regime tributário

Tendo um bom planejamento tributário, você já pode passar para esse passo, onde você terá a base de tributos para sua empresa operar. Você pode optar por operar no Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Essa escolha é fundamental, pois todos os regimes tributários têm suas vantagens e desvantagens. Muitas empresas podem pagar além do que deveriam por estarem em um regime desvantajoso.

É interessante simular quanto se pagaria de imposto em cada modalidade, e ainda levar em conta a área de atuação e o faturamento do negócio.

3. Verificar alíquotas

Verifique sempre, na cotação dos preços, se o produto não ultrapassa os 40% de seu conteúdo de importação. “Neste caso, a mercadoria virá com alíquota de 4% de ICMS onde o empresário, sendo do Simples, não terá direito ao crédito do valor e ainda terá que recolher a diferença de alíquota (alíquota do estado menos 4%), acarretando assim um grande aumento da carga tributária”, destaca Robison José Teodoro, da Exatus Contabilidade.

4. Mantenha seus impostos pagos em dia

Atrasar o pagamento de seus impostos pode acarretar em uma série de encargos sobre o atraso, aumentando valor de multas e juros. Esteja sempre ciente das datas de pagamentos dos seus impostos e suas incidências.

5. Sonegar não compensa

Ao contrário do que muitos pensam, sonegar não é a melhor maneira de pagar menos imposto e diminuir a carga tributária sobre a empresa. Sonegar imposto é crime, o que pode acarretar multas gigantescas e outras penalidades sobre quem praticar o ato. Fique atento às dívidas tributárias sobre sua empresa, o crime é penalizado mesmo quando não houver a intenção de cometer.

6. Incentivos fiscais

Existem programas do governo com o objetivo de trazer desenvolvimento econômico para determinadas regiões do país, e a forma que as autarquias encontraram foi através de redução em impostos. Porém, para sua empresa conseguir o incentivo, é necessário algo que contribua para o desenvolvimento da sua região ou apoiar programas de responsabilidade social. Fique atento a esse tópico, é uma forma de você pagar menos impostos e ainda contribuir para o crescimento de sua comunidade.

Sua empresa trabalha com comercialização de produtos fabricados em escala industrial não relevante? Se sim, você precisa conhecer nosso artigo para entender os impactos dessas mercadorias e suas tributações.

7. Recuperação tributária

Consiste na recuperação de imposto, contribuições e taxas pagas indevidamente ao governo. Para isso é necessário estar atento aos créditos a que tem direito.

Você precisa fazer um levantamento de todos os tributos pagos indevidamente, com correção monetária. Feito isso, você terá que abrir um procedimento administrativo para a recuperação do tributo (pode ser necessário que o procedimento seja judicial).

8. Diminuição do pró-labore

Para uma empresa do Lucro Real, diminuir o pró-labore e implantar a distribuição de lucros pode trazer grande economia, já que nesse caso os lucros não terão impostos sobre eles. A distribuição pode ser feita em qualquer momento, desde que esteja prevista em contrato e os lucros sejam comprovados por balancete.

9. Reorganizar a empresa

Há uma opção mais avançada que consiste em reestruturar a empresa. Você pode pagar menos impostos se dividir seu negócio em outras empresas , assim, cada nova unidade será responsável por uma atividade no processo produtivo. Cada nova empresa se enquadrará num regime tributário mais interessante para cada. Ou seja,economia de impostos e ganho em uma ou mais fases.

10. Escolha um bom Advogado tributarista

Esse item também poderia ter sido o primeiro, pois em se tratando de encargos tributários ter o auxílio de um bom advogado tributarista é essencial para todos os pontos enumerados anteriormente.

Para mais informações, nossa equipe está a sua disposição: Fale Conosco.

Esse texto foi classificado em nossa seção: Acontece
Você pode pesquisar mais sobre o tema desse artigo utilizando a(s) Tag(s): ,