Tempo estimado para leitura deste texto: < 1 minuto

Um advogado de Porto Velho (RO) entrou com ação popular na Justiça Federal do Distrito Federal para que o presidente da República Popular da China seja condenado a indenizar o povo brasileiro pelos danos causados pela disseminação do coronavírus em território nacional.

Para o causídico, Xi Jiping foi omisso em tomar medidas necessárias para evitar que o vírus, originário do território chinês, se disseminasse para o restante do mundo, inclusive no Brasil, onde já contaminou mais de 1 mil pessoas. À causa é dado valor de mais de R$ 5 bilhões. O advogado afirma que está acionando o Judiciário pela inércia da Advocacia Geral da União em fazê-lo.

Conforme o advogado, ele acionou a Justiça Federal porque estão sendo gastos recursos federais para evitar o alastramento da Covid-19 e tratamento de enfermos, com grandes repercussões nacionais, inclusive tendo, o nosso Governo, que expedir vários atos com vistas a assegurar melhores condições de saúde pública ao povo brasileiro o que ocasionará em gastos que trazem graves danos ao patrimônio público.

Para o advogado, quem deve arcar com os gastos que o governo e o povo brasileiro está tendo para se prevenir e tratar da doença é a República Popular da China, que, através de seu presidente, “como é público e notório, negligenciou e agiu com omissão quando lhe foi informado de que estava existindo um vírus de auto poder de contágio e poderia causar graves danos à saúde pública e mesmo assim não tomou as providências imediatas para evitar que o mesmo se alastrasse em mais de 170 países.

Processo: 1015852-66.2020.4.01.3400

Leia a íntegra da ação aqui.

Esse texto foi classificado em nossa seção: Acontece
Você pode pesquisar mais sobre o tema desse artigo utilizando a(s) Tag(s): , ,